Qual o CNAE para médicos?

Qual o CNAE para dentistas?
Qual o CNAE para dentistas?
28 de maio de 2022
Como abrir uma clínica de exames radiológicos
Como abrir uma clínica de exames radiológicos
8 de junho de 2022
Qual o CNAE para médicos?

Qual o CNAE para médicos? Essa é uma pergunta e dúvida comum entre médicos que desejam abrir um CNPJ e planejam prestar serviços como pessoa jurídica.

Sabendo disso, a AJMED, sua contabilidade especializada em saúde, decidiu elaborar um conteúdo completo sobre o tema.

Sendo assim, ao longo deste conteúdo você vai conferir qual o CNAE para médicos e terá a oportunidade de esclarecer uma série de outras dúvidas relacionadas.

Para saber mais e descobrir qual o CNAE para médicos, continue conosco e acompanhe este conteúdo até o final.

O que é CNAE para médicos?

CNAE é a sigla para Classificação Nacional de Atividades Econômicas, cujo objetivo consiste na produção de estatísticas e identificação das atividades econômicas em cadastros e registros de pessoas jurídicas.

Dito isso, é importante esclarecer que toda e qualquer pessoa jurídica instalada no Brasil, independente do seu porte ou atividade, precisa ter pelo menos um código CNAE vinculado ao seu CNPJ e cadastro na Receita Federal.

Por sua vez, cada código CNAE é composto por 7 dígitos numéricos que estão divididos da seguinte forma:

  • Seção;
  • Divisão;
  • Grupo;
  • Classe;
  • Subclasse.
 

Qual o CNAE para médicos?

Como regra geral o CNAE para médicos é o 8630-5/03 Atividade médica ambulatorial restrita a consultas.

De acordo com o IBGE, este CNAE está associado com as atividades de consultas e tratamento médico prestadas a pacientes externos exercidas em:

  • Consultórios;
  • Ambulatórios;
  • Postos de assistência médica;
  • Clínicas médicas;
  • Clínicas oftalmológicas e policlínicas;
  • Consultórios privados em hospitais;
  • Clínicas de empresas;
  • Centros geriátricos;
  • Domicílio do paciente.

Sendo assim, este é o CNAE que precisa ser adotado por médicos que pretendem atuar em consultório próprio ou como prestador de serviços em clínicas e hospitais.

No entanto, além do CNAE 8630-5/03, existem outros que também estão associados à atividade médica, dentre eles:

  • 8630-5/01 Atividade médica ambulatorial com recursos para realização de procedimentos cirúrgicos

Compreende as atividades de consultas e tratamento médico prestadas a pacientes que não estão sob regime de internação, em estabelecimentos que estão equipados para a realização de procedimentos cirúrgicos.

  • 8630-5/02 Atividade médica ambulatorial com recursos para realização de exames complementares

Compreende as consultas prestadas em consultórios, ambulatórios, postos de assistência médica, clínicas médicas e outros locais que estão equipados para a realização de exames complementares.

Conhecido o CNAE para médicos e suas variações, vamos avançar com o conteúdo, esclarecendo outros tipos de dúvidas comuns entre médicos que desejam abrir um CNPJ.

Médico pode ser MEI?

MEI é a sigla para Microempreendedor Individual, um tipo de empresa que entrou em vigor, com a publicação da Lei Complementar 128/2008.

O MEI foi idealizado com o objetivo de incentivar o empreendedorismo e a regularização de pequenos negócios, ajudando empreendedores a sair da informalidade.

Desde então, este tipo de empresa ficou conhecido em função dos diversos benefícios que pode oferecer, incluindo:

  • Simplificação da abertura de empresa;
  • Pagamento de impostos em guia única;
  • Impostos em valor fixo e reduzido;
  • Permissão para emitir notas fiscais;
  • Permissão para contratar um funcionário;
  • Acesso a condições especiais de crédito;
  • Acesso a aposentadoria e benefícios previdenciários.

Por sua vez, médicos de todas as partes do país que planejavam abrir um CNPJ, passaram a questionar se poderiam ser MEI.

No entanto, para a surpresa de muitos, o CNAE para médicos não foi contemplado no rol de atividades permitidas para o MEI, o que em outras palavras, isso significa que médico não pode ser MEI.

A explicação para essa vedação está no fato do governo entender que a profissão médica já era regulamentada, tanto por lei, como também pelo seu conselho de classe profissional.

Contudo, a boa notícia é que apesar do CNAE para médicos não está incluso no MEI, isso não significa que os profissionais da área médica não possam abrir um CNPJ.

Na prática, existem diversos outros tipos de empresas que um médico pode abrir, incluindo:

  • EI – Empresário Individual;
  • SLU – Sociedade Limitada Unipessoal;
  • Sociedade Empresária Limitada;
  • Sociedade Simples.

Conte com o suporte e assessoria do nosso time de contadores para descobrir a melhor opção para os seus objetivos.

Vale a pena abrir CNPJ médico?

Sem dúvida alguma, vale a pena abrir CNPJ para médicos, e podemos listar uma série de benefícios que comprovam este fato, incluindo:

Economia de impostos: o médico que decide abrir um CNPJ e atuar como pessoa jurídica pode aproveitar uma importante economia de impostos.

Para efeitos de comparação, enquanto o médico pessoa física é tributado em até 27,5% pelo Imposto de Renda, o médico PJ conta com alíquotas a partir de 6% no Simples Nacional.

Entre em contato conosco, saiba mais e descubra quanto você pode economizar ao abrir um CNPJ.

Mais oportunidades de trabalho: clínicas e hospitais costumam oferecer mais oportunidades de trabalho para médicos que possuem CNPJ.

A justificativa está relacionada à economia com encargos trabalhistas e benefícios que são concedidos a médicos que atuam em regime CLT (carteira assinada).

Maior flexibilidade: como pessoa jurídica o médico é o seu próprio patrão, ou seja, tem maior autonomia para tomar decisões e também para organizar a sua agenda.

Sendo assim, não restam dúvidas: por estes e outros benefícios, vale a pena abrir um CNPJ médico.

Como abrir um CNPJ médico?

Por fim, agora que você já sabe qual o CNAE médico e quais as vantagens associadas ao médico pessoa jurídica, é hora de conferir o que é preciso para abrir o seu CNPJ.

Muito embora, boa parte dos profissionais da área médica acreditem que abrir um CNPJ é um processo lento e complexo, podemos afirmar que este é um verdadeiro equívoco.

Com o apoio de uma contabilidade especializada em saúde e alguns documentos básicos, como RG, CPF, CRM e comprovante de residência, o seu CNPJ estará liberado em poucos dias.

Por sua vez, com um CNPJ em mãos, você poderá emitir notas fiscais, prestar serviços em clínicas, empresas e hospitais e além disso, garantir economia no pagamento de impostos.

Sendo assim, não perca mais tempo! Clique em um dos botões abaixo, fale com nossos contadores e solicite a abertura do seu CNPJ, agora mesmo!

 

Classifique nosso post [type]

Os comentários estão encerrados.

ASSINE
Recomendado só para você
Qual o CNAE para dentistas? Essa é uma dúvida muito…
Cresta Posts Box by CP