Qual o CNAE para dentistas?

tributação-para-médico
Tributação para médico: Como pagar menos impostos?
24 de maio de 2022
Qual o CNAE para médicos?
Qual o CNAE para médicos?
1 de junho de 2022
Qual o CNAE para dentistas?

Qual o CNAE para dentistas? Essa é uma dúvida muito comum entre profissionais que pretendem abrir um CNPJ para exercer a odontologia como pessoa jurídica, aproveitando todos os benefícios que essa decisão pode oferecer.

Sabendo disso, a AJMED, sua assessoria contábil especializada em saúde, decidiu preparar um conteúdo completo, esclarecendo, o que é CNAE, qual o CNAE para dentistas e tudo mais o que um dentista precisa saber antes de abrir um CNPJ.

Deseja saber mais sobre o assunto, esclarecer suas dúvidas e ficar por dentro de tudo? Se a sua resposta foi “Sim”, continue conosco e acompanhe este conteúdo até o final!

O que é CNAE?

De acordo com o IBGE, CNAE é a sigla para Classificação Nacional de Atividades Econômicas, uma classificação oficialmente adotada pelo Sistema Estatístico Nacional e pelos cadastros e registros da Administração Pública.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, as classificações de atividades econômicas são construídas para organizar as informações das unidades de produção e institucionais com o objetivo de produzir estatísticas dos fenômenos derivados da participação dessas unidades no processo econômico.

Para isso, a classificação foi construída, baseada na identificação de segmentos quanto à similaridade de processos de produção, das características dos bens e serviços e da finalidade para a qual os bens e serviços são produzidos.

Além disso, é importante destacar que a Tabela CNAE foi desenvolvida pelo IBGE em um trabalho conjunto com diversas entidades públicas e privadas, dentre elas, a Receita Federal do Brasil.

Ao todo, são mais de 1.300 códigos de atividades, distribuídas em 5 níveis:

  • Seções;
  • Divisões;
  • Grupos;
  • Classes;
  • Subclasses.

Por sua vez, cada código CNAE é formado por 7 dígitos numéricos, conforme veremos na sequência, ao observar o CNAE para dentistas.

 

Qual o CNAE para dentistas?

De acordo com a tabela citada no tópico anterior, o CNAE para dentistas é o 8630-5/04 Atividade odontológica, que por sua vez, inclui as seguintes atividades:

  • Ambulatório odontológico;
  • Clínica odontológica pública ou particular;
  • Consultório dentário;
  • Consultório odontológico;
  • Atividades de odontologia;
  • Pronto socorro odontológico;
  • Unidades móveis terrestres para consulta odontológica.

Dito isso, é muito importante esclarecer ao dentista que pretende abrir um CNPJ, que as atividades vinculadas ao CNAE para dentista 8360-5/04, não devem ser confundidas com aquelas previstas no CNAE 3250-7/06 – Serviços de prótese dentária.

Visto que este último compreende apenas a fabricação de dentes, dentaduras e os laboratórios de prótese dentária, incluindo:

  • Fabricação de artigos e aparelhos para prótese dentária, inclusive dentes artificiais;
  • Fabricação de dentes artificiais;
  • Fabricação de partes, peças e acessórios para outros artigos e aparelhos de prótese;
  • Serviço de prótese dentária.

CNAE para dentistas: vale a pena abrir CNPJ?

Normalmente, o profissional que busca informações sobre o CNAE para dentistas está interessado em abrir um CNPJ e desenvolver suas atividades como pessoa jurídica.

Por sua vez, em meio a este contexto, é natural que apareçam dúvidas em relação aos possíveis benefícios associados à abertura de um CNPJ para dentistas.

Sendo assim, nos resta responder a seguinte pergunta: “vale a pena abrir CNPJ para dentistas?”

Podemos responder esse tipo de dúvida sem receios ou medo de errar, levando em consideração que existem inúmeros benefícios associados a abertura de um CNPJ para dentistas.

Dentre tais benefícios, podemos destacar:

1.Mais oportunidades de trabalho: Os dentistas que possuem CNPJ, normalmente encontram mais oportunidades no mercado de trabalho.

O benefício em questão tem relação com a economia de impostos, encargos e benefícios que empresas e clínicas conseguem obter com a contratação de profissionais PJ, ou seja, sem vínculo CLT.

2.Maior autonomia e flexibilidade de horários: Outro benefício interessante que é encontrado pelos dentistas que decidem abrir um CNPJ, é a maior autonomia e flexibilidade de horários para desempenhar sua profissão.

Como PJ, o profissional tem liberdade para montar a sua agenda e não pode ser submetido a uma hierarquia profissional, ganhando pontos importantes em termos de autonomia.

3.Economia de impostos: Por fim, não poderíamos deixar de destacar a economia de impostos como um dos benefícios mais importantes para o dentista que decide abrir um CNPJ.

Na prática, enquanto o dentista pessoa física é tributado pela sistemática do IRPF (Imposto de Renda Pessoa Física), cuja alíquota de contribuição pode chegar a 27,50% ao mês, o dentista PJ pode optar pelo Simples Nacional, aproveitando alíquotas a partir de 6%.

CNAE para dentistas: como abrir CNPJ para dentistas?

Agora que você já sabe qual é o CNAE para dentistas e descobriu que existe uma série de benefícios associados à abertura do seu CNPJ, é hora de conferir o que é preciso para abrir a sua PJ.

Considerando que a abertura do CNPJ para dentistas também é um assunto que costuma gerar muitas dúvidas, decidimos preparar um passo a passo completo, sobre o tema.

Confira os passos abaixo com atenção e veja como abrir um CNPJ para dentistas:

1.Contrate uma contabilidade para dentistas

O primeiro passo quando o objetivo é a abertura de um CNPJ para dentistas, consiste na contratação de uma contabilidade especializada em saúde.

Além de esclarecer todas as suas dúvidas, caberá ao contador, cuidar de todos os trâmites e processos para abertura e regularização do seu CNPJ odontológico.

2.Separe os documentos necessários

Na sequência, o dentista interessado em abrir um CNPJ, precisará separar alguns documentos com base nas orientações do contador.

Normalmente, são exigidos os seguintes documentos: RG, CPF, Comprovante de Residência e Carnê IPTU do endereço escolhido.

3.Aguarde a conclusão do processo de regularização

Por fim, basta aguardar, enquanto a contabilidade cuida dos trâmites para regularização da sua clínica, incluindo:

  • Registro na Junta Comercial;
  • Emissão do CNPJ;
  • Emissão do Alvará de Localização e Funcionamento;
  • Liberação do Alvará da Vigilância Sanitária;
  • Registro no CRO – Conselho Regional de Odontologia.

Assim que toda documentação for liberada, o dentista fica apto para atuar e desenvolver suas atividades como pessoa jurídica.

Sendo assim, agora que você já sabe qual o CNAE para dentistas e o que é preciso para abrir o seu CNPJ, clique em um dos botões abaixo e entre em contato conosco!

A AJMED, é a sua melhor opção em contabilidade para dentistas!

 

Classifique nosso post [type]

Os comentários estão encerrados.

ASSINE
Recomendado só para você
Você sabe como funciona a tributação para médico? Se a…
Cresta Posts Box by CP