Como abrir um CNPJ para psicólogo

Como abrir uma clínica de terapia ocupacional
Como abrir uma clínica de terapia ocupacional
4 de janeiro de 2023
Como abrir um consultório de obstetrícia
Como abrir um consultório de obstetrícia
18 de janeiro de 2023
Abrir Cnpj Para Psicólogo - AJMED

Um CNPJ para psicólogo pode ser de grande ajuda para profissionais desta importante área da saúde, que desejam, exercer sua profissão de forma mais organizada e eficiente.

No entanto, para quem não domina o assunto, o processo de abertura de um CNPJ pode ser um pouco complexo, algo que requer a ajuda e orientação de profissionais especializados, ou seja, de bons contadores.

Partindo deste princípio, hoje a AJMED decidiu escrever este artigo, explicando tudo que você precisa saber para abrir um CNPJ para psicólogo do jeito correto. Vamos começar?

 

Por que abrir um CNPJ para psicólogo?

Antes de qualquer coisa é importante explicar o porquê um psicólogo deveria se preocupar em ter um CNPJ, e porquê de fato essa é uma das melhores decisões que ele pode tomar.

Considere, em primeiro lugar, que possuindo um CNPJ, ou seja, exercendo sua atividade como uma empresa, o psicólogo já consegue pagar menos impostos no geral.

Isso significa que ele terá mais dinheiro para investir na sua prestação de serviços, ou mesmo para tirar como lucro pessoal. Isso sem contar as possibilidades de crescimento.

Quando atuamos como CNPJ, conseguimos melhores linhas de crédito bancário para financiar os nossos serviços, o que nos permite crescer e faturar mais.

Ter um CNPJ também passa muito mais credibilidade aos clientes, que inclusive irão se sentir mais seguros de serem atendidos, sabendo que, terão mais garantias.

Guia para abrir CNPJ para psicólogo

Veja agora este pequeno guia que criamos, explicando tudo que você precisa saber para abrir CNPJ para psicólogo sem cometer erros. Acompanhe. 

1. Escolha o regime tributário adequado

A primeira coisa que você deve fazer se a sua intenção é trabalhar como psicólogo de forma profissional, com uma empresa, é escolher bem, qual será o seu regime tributário.

No caso, no Brasil, existem três regimes tributários principais, são eles:

  • Simples Nacional: O modelo de tributação mais comum, conhecido por unificar o pagamento de impostos em apenas uma guia chamada de DAS, com alíquota a partir de 6% para psicólogos;
  • Lucro Presumido: Regime tributário, cuja alíquota total varia de 13,33% a 16,33% para profissionais de psicologia;
  • Lucro Real: Obrigatório para CNPJs que faturam mais do que 78 milhões de reais por ano, sendo normalmente utilizado por grandes empresas.

Vale ressaltar que uma empresa pode eventualmente migrar de um regime tributário para outro, dependendo do seu nível de faturamento ou estratégia tributária.

Também existem alguns tipos de empresas que são obrigadas a usarem um determinado regime tributário. Esse não é o caso dos psicólogos, que podem ser do Simples Nacional.

Inclusive, o Simples Nacional pode ser em muitos casos, o regime de tributação mais indicado para quem quer trabalhar com psicologia usando um CNPJ.

2. Escolha uma personalidade jurídica

Após ter escolhido o melhor regime tributário, o próximo passo é definir a personalidade jurídica do psicólogo que quer atuar usando um CNPJ. 

Existem vários tipos de personalidade jurídica se você quer CNPJ para psicólogo, no entanto, existem algumas que são mais interessantes. Veja a seguir:

  • EI (Empresário Individual): É possível constituí-la em nome do próprio empresário, ou seja, é uma pessoa física titular que não pode ter outros sócios;
  • SLU (Sociedade Limitada Unipessoal): Opção que também pode ser utilizada por empreendedores que não possuem sócios.
  • Sociedades Limitadas LTDA:  O tipo mais comum para quem busca criar uma empresa com outros sócios, para abrir um consultório ou uma clínica de psicologia, por exemplo.

O ideal, todavia, é ver junto de um contador para entender qual seria a melhor opção para as suas necessidades.

2.1. Psicólogo pode ser MEI?

Ok, agora você pode estar pensando: Mas e o MEI? Psicólogo não pode atuar como um MEI (Microempreendedor Individual) com um CNPJ? Infelizmente, não, o psicólogo não pode ser MEI, visto que suas atividades não constam mais dentre aquelas que são permitidas para esse tipo de empresa.

Para saber quais atividades podem atuar como MEI, você deve verificar o portal do empreendedor, lá existe a lista completa de atividades permitidas. Além desse impeditivo, existem alguns requisitos que poderiam atrapalhar os seus negócios:

  • Faturamento máximo de R$ 81.000,00 por ano;
  • Ter no máximo apenas um empregado contratado por CLT;
  • Não ter outras empresas e negócios.

3. Escolha o CNAE correto

Para conseguir um CNPJ para psicólogo, também será necessário escolher o CNAE (Classificação Nacional de Atividades Econômicas) correto para a sua atividade.

No caso da psicologia e da psicanálise, o correto é 8650-0/03, que é indicado para psicólogo e as atividades complementares.

4. Junte os documentos necessários

Por fim, o último passo necessário para se abrir CNPJ para psicólogo é juntar todos os documentos que serão necessários para fazer a abertura da empresa.

No caso, primeiramente será necessário obter o registro com o Conselho Federal de Psicologia (CFP), que é responsável por supervisionar esse profissional.

Os outros documentos que você precisará juntar, deverão ser protocolados na Junta Comercial, e logo em seguida, será preciso fazer o cadastro do CNPJ na Receita Federal. O último passo é obter a Inscrição Municipal e o Alvará de Funcionamento.

Para conseguir o CNPJ, as inscrições e os alvarás, você precisará dos seguintes documentos:

  • 1 (uma) cópia simples do comprovante de residência;
  • RG e CPF ou CNH;
  • Cópia do IPTU ou número da inscrição imobiliária do endereço para abertura do consultório;
  • Registro no CRP – Conselho Regional de Psicologia.

Até aqui, foram apenas 4 passos, mas você não precisa se preocupar com eles, já que a AJMED conta com especialistas que vão cuidar de todos os trâmites necessários para abertura do seu CNPJ.

Vale a pena abrir um CNPJ para psicólogo?

Agora você pode estar se perguntando: Mas será que vale mesmo a pena abrir CNPJ para psicólogo? A resposta é: Tudo depende de qual é o seu objetivo profissional.

Se a sua intenção é crescer, aumentar o seu faturamento, pagar menos impostos (na pessoa física você poderia pagar até 27,5% de IRPF), então sim, vale a pena.

Gostou de aprender sobre CNPJ para psicólogo? Então aproveite para clicar em um dos botões abaixo para tirar mais dúvidas com o nosso time de especialistas.

 

 

Classifique nosso post [type]

Os comentários estão encerrados.

ASSINE
Recomendado só para você
Você está pensando em abrir uma clínica de terapia ocupacional,…
Cresta Posts Box by CP
Fale Conosco
1
Olá, tudo bem?
WhatsApp
Olá, tudo bem? ​👋​​👋​
Fique a vontade para tirar suas dúvidas.
Responderei o mais rápido possível! 😃​😃​