Como Abrir uma Clínica Popular na Zona Leste? Confira Aqui!

Como abrir uma clínica popular no Tatuapé e Mooca
Como abrir uma clínica popular no Tatuapé e Mooca
20 de janeiro de 2021
Como abrir uma clínica popular em Guarulhos
Como abrir uma clínica popular em Guarulhos
3 de fevereiro de 2021
Como Abrir uma Clínica Popular na Zona Leste? Confira Aqui!

Se você quer dicas de como abrir uma clínica popular na Zona Leste, então chegou ao lugar certo! Pois selecionamos 6 dicas incríveis para te ajudar a tornar esse projeto uma realidade!

As clínicas populares surgiram na década de 1990, com o principal objetivo de atender a população mais carente, que não tem condições financeiras de arcar com os altos custos cobrados pelos planos de saúde. E que sofre com a precariedade e demora do Sistema de Saúde Público.

Enfim, as clínicas populares contam com diferentes especialidades médicas como, por exemplo:

  • Ginecologistas;
  • Dermatologistas;
  • Endocrinologistas;
  • Cardiologistas;
  • Pediatras;
  • Oftalmologistas,
  • Entre muitos outros.

Que cuidarão da saúde e de toda família. Sendo assim, o grande diferencial das clínicas populares é oferecer atendimento de qualidade, por preços baixos e acessíveis à toda população.

Para isso, basta ligar e agendar uma consulta. Aliás, algumas realizam consultas até mesmo sem agendamento prévio.

Dessa forma, como a Zona Leste de São Paulo é a mais carente, quando comparada com as outras regiões de SP, as clínicas populares fazem bastante sucesso por lá.

Portanto, se você deseja empreender, e quer dicas de como abrir uma clínica popular na Zona Leste, então, continue lendo, pois esse artigo foi feito para te ajudar!

6 Dicas de Como Abrir Uma Clínica Popular na Zona Leste

Enfim, abaixo você pode conferir 6 dicas de como abrir uma clínica popular na Zona Leste, e dar início a um negócio de muito sucesso. Então, continue lendo com bastante atenção!

1 – Planejamento e Organização

O primeiro passo que você deve tomar quando decide empreender, e abrir uma clínica popular, ou qualquer outro negócio, é fazer um bom planejamento. Assim como ter uma boa organização.

Desse modo, no planejamento, você precisa criar uma estratégia, e ter uma sequência de ações elaboradas a partir de uma análise do mercado e dos seus concorrentes. Portanto, tenha as seguintes informações em mãos:

  • Público-alvo;
  • As características da área de atuação;
  • Todas as especialidades que pretende oferecer;
  • Quais são seus concorrentes,
  • A melhor localização para abrir a clínica.

Além disso, faça um plano de negócios para saber exatamente o que você precisa para montar sua empresa como, por exemplo:

  • Contratação de funcionários;
  • A infraestrutura;
  • Os gastos com equipamentos e manutenção,
  • Bem como toda a parte de divulgação e marketing.

Além disso, o plano de negócios também deve conter todas as etapas e os objetivos da empresa, para que o negócio seja bem sucedido.

Aliás, para pessoas que ainda não têm experiência com empresas próprias, o SEBRAE disponibiliza um guia completo, que auxilia na elaboração de um bom Plano de Negócios.

2 – Escolha dos Serviços e Estrutura Jurídica

Conforme já dito anteriormente, uma clínica popular deve oferecer consultas médicas nas mais diferentes áreas.

Aliás, algumas das especialidades mais comuns oferecidos em clínicas populares são:

  • Medicina do Trabalho;
  • Neurologia;
  • Radiologia;
  • Cardiologia;
  • Clínica Médica;
  • Pneumologia,
  • E etc.

Além disso, uma sugestão é avaliar o que seus clientes mais precisam através de uma pesquisa. E o que ainda falta na zona leste, para que sua clínica popular possa oferecer aos clientes.

3 – Clínica Popular na Zona Leste – Defina os Custos do Investimento

Para chegar nesse passo com sucesso, você precisa ter seguido à risca as duas primeiras dicas, principalmente o Plano de Negócios. Afinal de contas, a sua elaboração é o primeiro passo para qualquer negócio ter sucesso.

Além disso, leve em conta todos os gastos que terá com sua empresa. Nesse momento é recomendado que você tenha uma boa noção do que é Fluxo de Caixa, e de como projetar todas as receitas e despesas.

Pois essas ferramentas contábeis ajudarão muito no registro das transações financeiras do seu empreendimento.

Porém, se você não tem nenhum tipo de experiência na área administrativa ou de contabilidade, pode sempre contar com o auxílio de um contador.

 

4 – Local de Instalação da Clínica

Definir o local de instalação da sua clínica é fundamental para o bom andamento do seu negócio. Nesse caso, como você pretende abrir uma clínica popular na zona leste, deve conhecer bem a região, as necessidades da população local.

Assim, após definir a Zona Leste como o local de instalação, o próximo passo é definir muito bem o bairro que ela será instalada.

Essa área de São Paulo é uma das maiores e mais movimentadas. Ela possui mais de 1,5 milhão de moradores, e com quase 300km² de área.

Além disso, é também uma das regiões que mais crescem e se desenvolvem atualmente no estado, com o aumento de moradores e empresas se instalando por lá.

Sendo assim, alguns dos bairros que você pode escolher são:

  • Tatuapé;
  • Belém;
  • Mooca;
  • Vila Prudente;
  • Vila Formosa;
  • Itaquera;
  • Jardim Anália Franco;
  • Penha;
  • São Mateus,
  • Carrão.

Contudo, o ideal é escolher um local que seja mais próximo de hospitais, caso haja a necessidade de encaminhamento de pacientes.

5 – Contratação de Pessoal e Treinamento Para Abrir Uma Clínica Popular na Zona Leste

Os profissionais que atuarão na clínica, como médicos e enfermeiros, são extremamente necessários. Pois eles estarão em contato direto com a população.

Sendo assim, cuide para que sua equipe receba os devidos treinamentos, para que ofereçam aos clientes o atendimento necessário. Tanto na questão do serviço em si, quanto no atendimento.

No entanto, antes de mais nada, você deve avaliar e definir qual será seu orçamento, o horário de funcionamento, os possíveis serviços que podem ser terceirizados, como a segurança e a limpeza, por exemplo.

Além disso, também é essencial avaliar a capacidade de atendimento do local onde a clínica popular será instalada.

Em seguida, comece a busca por mão de obra especializada e responsável, tanto da área administrativa, quanto os médicos.

Em seguida, você deve oferecer a todos eles o treinamento adequado, como dissemos acima, conforme cada área. Assim você garante um atendimento de qualidade.

Além disso, todos seguirão um padrão. Enfim, procure sempre manter o foco na satisfação e bem estar dos pacientes.

6 – Formalização da Clínica

Por último, mas não menos importante, você deve formalizar toda a documentação da clínica. Dessa forma, ela estará apta a funcionar, pois estará legalmente formalizada.

Aliás, são diversos documentos que são necessários a legalização de uma clínica popular na zona leste.

Além disso, alguns deles podem demorar um pouco para ficarem prontos. Porém, a espera vale a pena, para que seu negócio não tenha nenhuma pendência, e possa funcionar o quanto antes.

Mas não desanime! Pois a clínica ficará pronta e você poderá oferecer atendimento de qualidade para toda uma população que necessita!

Alguns dos documentos que serão necessários:

  • Alvará de Funcionamento, que será emitido pela prefeitura;
  • Registro do CNAE, que significa Classificação Nacional de Atividades Econômicas;
  • CNPJ, o Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica;
  • Licença de funcionamento sanitário;
  • Certificado de conformidade do Corpo de Bombeiros;
  • Cadastro da clínica que será feito no Departamento de Limpeza Urbana do Município;
  • IRPF, o Imposto de Renda de Pessoa Física,
  • IPTU do imóvel em dia; – Outros documentos que podem ser pedidos pela prefeitura ou pelo governo do estado.

Então, esses são os 6 passos a serem seguidos por você, que procurar dicas de como abrir uma clínica na zona leste.

Agora, é só elaborar um bom plano de negócios  e tirar a sua ideia do papel.

Pensando em abrir uma clínica popular na Zona Leste? Conte com a AJMED, sua contabilidade especializada em clínicas médicas!

Telefone: (11) 2041-0672

 

 

Os comentários estão encerrados.

ASSINE