PIX para clínicas médicas – Confira aqui como usar!

Como montar um consultório médico em São Paulo
Como montar um consultório médico em São Paulo
10 de fevereiro de 2021
Como abrir uma clínica médica pediátrica
Como abrir uma clínica médica pediátrica
9 de março de 2021
PIX para clínicas médicas - Confira aqui como usar!

Nesse artigo, você confere tudo sobre Pix para clínicas médicas, e pode sanar todas as suas dúvidas.

A última novidade do mercado financeiro chama-se Pix. Apesar de parecer uma pequena sigla, o tamanho da sua praticidade já tem gerado popularidade em todo o Brasil. Afinal, ele realiza transações bancárias em segundos, a qualquer hora do dia, ou da semana.

Para falar mais sobre essa novidade, abordaremos nesse post, como essa solução vai impactar a rotina financeira do seu negócio, em especial a quem pretende usar o Pix para clínicas médicas.

Afinal, a modalidade de pagamento e recebimento do Banco Central, promete mudar a vida de muitos brasileiros que precisam realizar transferências bancárias.

Ao certo, no mercado de clínicas e consultórios da área de saúde, o Pix já chega levantando dúvidas, e muitas perguntas sobre suas transações financeiras.

No entanto, fique tranquilo, pois você pode realizar todos os processos pelo seu smartphone e sem sair de casa. É só conferir o artigo a seguir, para ficar por dentro de tudo!

O que é PIX?

O grande objetivo do Pix é facilitar e agilizar transações financeiras entre correntistas, órgãos públicos e empresas. Afinal, ele é uma forma segura de realizar transferências entre contas bancárias.

Aliás, você se lembra das siglas DOC e TED? Pois saiba que o PIX apresenta a mesma dinâmica que essas outras formas de transação bancária.

Contudo, a diferença está na rapidez do serviço entre pessoas físicas. Por isso, haverá muito mais agilidade e facilidade, até mesmo nos pagamentos.

Além do mais, as transações com o Pix estão disponíveis todos os dias da semana e a qualquer hora, inclusive feriados. Aliás, o TED e DOC limitam horários para transações e ainda apresentam tarifas variadas para pessoas físicas. O que não ocorre com o Pix.

Ainda vale ressaltar que, com o Pix, você pode fazer compras e pagar contas, sem precisar de boletos ou cartões.

Dessa forma, fica fácil notar que sua facilidade no serviço melhora a rotina do dia-a-dia de todos. Enfim, o Pix para clínicas médicas facilita para que você receba de pacientes de forma remota, e em apenas alguns segundos.

Quer saber algumas vantagens do Pix? Suas principais vantagens são:

 

Como usar o PIX em clínicas médicas?

Em primeiro lugar, saiba o Pix é direcionado para usuários que têm contas em bancos ou carteiras digitais. Nesse sentido, até mesmo empresas têm autorização do Banco Central para utilizarem o Pix.

No entanto, sua clínica médica precisa ter conta numa instituição autorizada para utilizá-lo.

Em relação ao cadastro, o Pix também é bem simples. Antes de entrar no assunto, basta saber que, basicamente, você precisa acessar o aplicativo da sua carteira digital, ou do seu banco, para cadastrar uma chave Pix.

Então, essa chave será a substituta de seus dados bancários em qualquer transação. Dessa forma, o Pix para clínicas médicas vai agilizar o pagamento de seus pacientes.

Depois desse cadastro, seu negócio já poderá utilizar o serviço, oferecendo praticidade e conforto aos clientes ao ampliar as formas de transação financeira.

Aliás, o Pix substitui formas de pagamento comuns, como TED, DOC e cartões de débito e crédito. Entre as opções de transação, seus pacientes para optar por:

  • Chave Pix: você disponibiliza ao paciente sua chave cadastrada para ele transferir valores pela tela do celular;
  • QR Code: aqui, sua clínica envia um QR Code para seu paciente realizar pagamentos sem sair de casa. Ou seja, com um app de celular, é possível ler o código com smartphone, escaneando o código direto na na maquininha.

Como cadastrar a chave PIX?

A princípio, saiba que a principal característica do Pix é a velocidade da transação: praticamente instantânea. Ou seja, se um DOC ou TED pode levar de horas a dias, realizando um Pix para clínicas médicas, a transação financeira entre você e seus clientes é imediata.

Assim, para conferir o dinheiro na sua conta, basta esperar poucos segundos. Aliás, o Pix ainda tem mudado fluxos de pagamentos também.

Afinal, hoje um pagamento eletrônico exige a definição de uma conta de outro destino. Sem contar a presença do emissor do cartão, a bandeira do cartão e muito mais.

Com o Pix, os intermediários entre as contas deixam de ser necessários. Da conta de origem, o dinheiro vai direto para a conta destino, e em segundos.

Com a chegada do Pix, portanto, não importará mais qual é o meio de pagamento, mas se a conta que o cliente está usando está integrada ao Pix ou não.

Enfim, já que a chave Pix dispensa a utilização de dados bancários nas transações, para criar sua chave é preciso acessar o app de seu banco, e escolher a melhor chave para você como, por exemplo:

  • Número de celular;
  • Códigos aleatórios (EVP);
  • CPF,
  • E-mail.

Lembrando que, no caso do Pix para clínicas médicas, é possível cadastrar até vinte chaves. Em contrapartida, para pessoas físicas, o limite é de até cinco chaves.

Além disso, existe a possibilidade de cadastrar diferentes chaves em contas bancárias distintas, mas sem repetição alguma entre elas.

Quais são as tarifas do PIX?

Antes de se preocupar com valores, lembre-se de que clientes tendem a pagar como pessoa física, podendo cadastrar até cinco chaves.

Por outro lado, as empresas podem cadastrar até vinte chaves, como dissemos acima. Com isso, ainda é possível cadastrar um CNPJ a uma determinada conta bancária, e um e-mail em outra.

Pode parecer complicado, mas essa facilidade do serviço ainda vem sem custo algum para microempreendedores individuais (MEI), e para as pessoas físicas. Entretanto, há duas exceções:

  • Se o cliente utilizar os canais de atendimento telefônico ou presencial para realizar transações,
  • Caso receba Pix com a finalidade de pagamento ou compra.

No caso do Pix para clínicas médicas e demais empresas, taxas podem ser definidas pelas instituições de pagamento e bancos. Então, fique ligado conosco para saber se o Governo anunciará a isenção de taxas ou encargos para o serviço.

PIX em clínicas médicas é seguro? Como saber?

Enfim, claro que você deve estar apreensivo sobre o emprego do Pix para clínicas médicas. Porém, Banco Central confirmou que dados pessoais de empresários e consumidores, são protegidos por criptografia, e uma série de sistemas que evitam fraudes.

Contudo, por se tratar de uma forma de pagamento, é essencial manter todo o sistema de segurança atualizado, e garantir a proteção dos dados dos clientes, e também da clínica.

 Pensando em abrir uma clínica médica em São Paulo? Conte com a AJMED, sua contabilidade especializada em clínicas médicas!

Telefone: (11) 2041-0672

 

Os comentários estão encerrados.

ASSINE